• Equipe Max Consulting

Ozônio como Desinfetante de Coronavírus

Sobre o uso do gás Ozônio em ambientes de fábricas e empresas de alimentos e o Coronavírus


Por mais de 100 anos, o ozônio, considerado um matador de vírus na natureza, tem sido amplamente utilizado por pessoas para desinfecção, esterilização, desodorização, desintoxicação, armazenamento e branqueamento, graças ao seu forte poder oxidativo (Nota 1) e, por isso, o ozônio pode ser adotado como arma na luta global contra o COVID-19.

O gás ozônio possui 4 atributos a seguir:


a) Eficácia para destruir o COVID -19. O trabalho científico de Kowalski et al (Nota 2) concluíram que o gás ozônio poderia remover 99,99% de bactérias transportadas pelo ar. De acordo com os resultados do experimento sobre como o ozônio mata o vírus da SARS, conduzido pelo laboratório nacional P3 (Nota 1), liderado pelo professor Li Zelin, da Universidade de Santa Barbara, na California (Nota 3), o ozônio é eficaz para matar o vírus da SARS inoculado nas células renais de macacos, atingindo uma taxa de morte de 99,22%. O vírus encontrado nos vírus Wuhan e SARS pertence ao coronavírus. Os pesquisadores descobriram que o novo coronavírus é 80% semelhante ao vírus da SARS em suas sequências genômicas. É razoável prever que o ozônio seja igualmente eficaz na prevenção e controle do novo coronavírus.


b) Cobertura total. O ozônio criado por geradores de ozônio ou purificadores de ar eletrostáticos pode atingir todos os cantos do ambiente, o que pode superar o problema de que a esterilização ultravioleta só pode subir e descer, deixando alguns lugares não esterilizados.


c) Ausência de resíduos. O ozônio (O3) é uma molécula instável e retorna, alguns minutos após a sua geração, para a sua forma estável que é o oxigênio (O2), sendo que o ar normalmente já possui 19% de O2.


d) Conveniência. O ozônio pode ser produzido por equipamentos simples, portáveis e de baixo custo, podendo ser usado em áreas de produção e armazenamento de alimentos em fábricas, bem como em supermercados, açougues, padarias ou qualquer outro


Qual a concentração e tempo de aplicação do gás ozônio para destruir o Coronavirus?


Segundo os trabalhos do Dr. Kenneth K. K. LAM (Nota 4) a concentração de 50 ppm de ozônio por 15 minutos são suficientes para a efetiva desinfecção do ambiente.


Cuidados especiais


O gás ozônio não deve ser respirado por seres humanos a concentrações elevadas. A concentração segura, segundo a legislação brasileira NR 15 de 1978 é de até 0,08 ppm para ser respirada por seres humanos por até 48 h semanais. Por isso é fundamental deixar o ambiente totalmente desabitado por humanos, animais e plantas durante a aplicação e por 3 horas após desligar o gerador de ozônio. Além disso, se aplicado em concentrações excessivas pode oxidar diversos metais.


E por fim, apesar de não deixar resíduos, se o ozônio for aplicado em ambientes em que o alimento está exposto, poderá alterar as características organolépticas de alguns deles. Existem mais de 600.000 artigos acadêmicos sobre o uso do ozônio em alimentos. A MyOzone e sua parceira no nordeste, a Max Consulting, também já fizeram diversos testes em seus laboratórios e/ou em parceria com universidades como a UFV (Universidade Federal de Viçosa - MG) e a partir de agora também com a UFC (Universidade Federal do Ceará) com diversos alimentos, conhecem estes efeitos e estão equipadas para fazer quaisquer outros teste em alimentos.


É recomendável a aplicação do ozônio por especialista treinado nos equipamentos e no assunto. A Max Consulting possui esta expertise. Consulte-nos.


Nota 1: Ver em www.china.org.cn/opinion/2020-02/26/content_75747237_4.htm

Nota 2: Consultar o artigo de W. J. Kowalski, W. P. Bahnfleth, and T. S. Whittam, Ozone Sci. & Eng., 20, 205-221 (1998).

Nota 3: ver o perfil do Professor LLi Zelin em https://www.researchgate.net/profile/Zelin_Li12

Nota 4: Consultar o artigo em https://patents.google.com/patent/CA2602230A1/en


Artigo escrito por Luis Fernando Ribeiro de Mattos em 19/03/2020

Engenheiro Agrônomo com Mestrado em Biotecnologia Industrial na Bélgica

CREA 36599.

Diretor Técnico da Max Consulting


Conheça as soluções em aplicação de Ozônio para a indústria de alimentos e tratamento de ar ambiente. clique aqui.

750 visualizações

© 2005 - 2020 by Max Consulting

  • Instagram ícone social
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
whatsapp.png