• Equipe Max Consulting

Você NÃO sabe o que seus funcionários querem

Atualizado: Jan 17



37% dos funcionários dizem que deixariam seu emprego atual se não tiverem oportunidade de crescimento.


Este é o estudo mais recente que revela por que seus funcionários podem desistir da sua empresa.


Em um estudo recente que analisou 1.200 percepções de funcionários dos EUA sobre o futuro do trabalho, descobriu-se que a falta de “compreensão do déficit de habilidades” por parte dos empregadores pode resultar em massas massivas de funcionários “desistindo dos seus postos”.


Mais especificamente, de acordo com o novo relatório “Futuro do Trabalho e Aprendizado dos Funcionários” do Sitel Group , uma empresa de gerenciamento de experiência do cliente, os resultados ressaltam a gravidade do problema em uma sentença clara:


37% dos atuais funcionários dizem que deixariam seu atual se não recebessem treinamento para aprender novas habilidades”.


Então, aqui estamos nós novamente, chegando a outra percepção da necessidade crescente de organizações investirem em seus funcionários por meio de treinamento e desenvolvimento.


Isso é desconcertante , n]ao só pelos números gritantes do relatório, mas o fato de ser o ano de 2019, e este estudo (realizado em março deste ano), bem como estudos similares de experiência de funcionários do passado, ainda estão destacando as mesmas lacunas que as empresas precisam resolver para reduzir o volume de rotatividade (turnover).


Assim, sabemos que os trabalhadores precisam aprender e crescer, não apenas para estarem totalmente engajados e intrinsecamente motivados, mas porque os ajuda a fazer melhor o seu trabalho. Bom senso, certo? Mas não é uma prática comum.


Adicionando, o estudo constatou que quase 1 em cada 3 (30%) dos funcionários dos EUA admitem ter evitado pedir ao seu empregador treinamento sobre um tópico ou atividade específica porque, segundo o relatório, ” eles achavam que os gerentes poderiam criticar se eles não dominassem algum assunto ou como completar uma atividade “. Além disso, “46% dos funcionários acreditam que seu empregador os penalizaria por não ter certas habilidades no trabalho”.


Vamos descobrir uma compreensão melhor do que sua empresa talvez esteja inconscientemente perdendo e quais são os principais passos que os líderes precisam adotar para melhorar sua experiência com funcionários. Aqui estão algumas das principais conclusões do relatório:


92% dos funcionários dizem que aprender algo novo os torna mais motivados e engajados em seu trabalho.


79% dos funcionários dizem que, ao procurar um emprego, é importante para eles que o futuro empregador ofereça um programa formal de treinamento para seus funcionários.


83% dos funcionários consideram o treinamento no trabalho mais eficaz para ajudá-los a ter um bom desempenho profissional, em comparação com o treinamento em sala de aula, ou treinamento individualizado (ou seja, e-learning) .


33% dos funcionários dizem ter participado de treinamento anterior em habilidades tecnológicas, enquanto apenas 17 por cento dizem que participaram de treinamento de habilidades de gerenciamento.

Mais da metade (51%) dos empregadores não oferecem treinamento em habilidades técnicas (ou seja, como falar com um consumidor ou cliente da forma correta)


68% dos empregadores não incentivam ou recompensam os funcionários por concluírem treinamentos importantes para a empresa.


Após uma análise mais detalhada, é importante observar que a experiência do funcionário começa no estágio de recrutamento. Quase oito em cada dez funcionários (79%) dizem que, ao procurar um emprego, é importante para eles que o empregador ofereça um programa de treinamento formal aos funcionários.


Para as organizações que buscam atrair talentos da Geração Z, as apostas são maiores. Quase 90% dos Zs dizem que é importante para eles que o futuro empregador ofereça programas formais de treinamento e desenvolvimento.


Quando tudo estiver dito e feito, uma iniciativa de aprendizado e desenvolvimento bem projetada não deve ser apenas uma das principais prioridades para valorizar o funcionário como um ser humano, mas o verdadeiro impacto está no resultado.


Mike Small, CEO-Américas do Sitel Group, enfatiza um ponto no final:


 “O mais importante para os empregadores entender é como a T & D impacta a experiência do funcionário e como isso se traduz em impacto na experiência do cliente. Um bom programa de treinamento de funcionários não só ajudará a reter e atrair os melhores talentos, mas afetará a capacidade de sua organização de fornecer experiências ótimas para seus clientes. “


Fonte: artigo replicado do site – https://www.inc.com

1 visualização

© 2005 - 2020 by Max Consulting

  • Instagram ícone social
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
whatsapp.png