A ameaça dos pesticidas na água que bebemos

A ameaça dos pesticidas na água que bebemos

Todos os dias preparamos nossos alimentos e bebidas em casa ou nos restaurantes que almoçamos e jantamos com água da torneira. Em casa nem fazemos análises e poucos restaurantes ou indústrias de alimentos fazem as análises semestrais completas da água conforme pede a legislação em vigor, que é a portaria de Consolidação n° 5 de 28/09/2017 da ANVISA.

Infelizmente existem inúmeros compostos químicos que não são obrigatoriamente analisados na água e, por isso não sabemos se estamos ingerindo seja via consumo direto de água seja via consumo de qualquer alimento cuja água entra em sua composição.

Na Portaria de Consolidação n° 5 de potabilidade de água só constam 34 pesticidas que devem ser analisados. Entretanto a lista de pesticidas proibidos em outros países em 2015 estava em 316 pesticidas, muito mais do que é analisado.

Os pesticidas da lista anexa (clique aqui) são banidos de certos países pois entende-se que, em qualquer quantidade consumida, causariam danos à saúde humana e, por isso deveriam ser analisados.

O Brasil é um país muito permissivo e, nos últimos meses, mais de 100 novos pesticidas foram aprovados em nosso país. Portanto, é realmente uma questão muito preocupante em que os órgãos do governo deveriam equipar diversos laboratórios públicos e incentivar os particulares a fazer essas análises de todos os princípios ativos comercializados no Brasil. Após esta instrumentalização, deveria revisar sua legislação de potabilidade de água tornando-a mais abrangente possível e cobrar com mais frequência e rigor o cumprimento da mesma.

Segurança de alimentos: A MAX está ligada nesta ideia!

Pense nisso e conte com a Max Consulting nos ações de melhorias da sua empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ZAP MAX